Ceia de Natal saudável: O que você pode comer e o que deve ficar longe da sua mesa

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Ano após ano a história é a mesma: chegam as festas de fim de ano e o tempo investido em dietas e exercícios vai por água abaixo em algumas noites. Os tradicionais pratos são sim, deliciosos, mas também são cheios de gordura e completamente calóricos, resultando em ganho de peso e prejudicando os níveis de outros nutrientes do corpo.

Ao invés de “sair da linha” nos feriados, é possível substituir a maioria dos pratos tradicionais da ceia de natal por alternativa mais saudáveis. Mesmo que você não pretenda “cortar” o peru ou o pernil, é possível ajustar os temperos e molhos para que seu corpo não fique tão prejudicado nessa época do ano.

Aperitivos

Algumas opções saudáveis de aperitivos para a sua ceia natalina podem ser nozes, castanhas, pistache ou amêndoas. Esses alimentos podem ajudar no controle das taxas de colesterol.

Também é possível utilizá-los como ingredientes complementares para o arroz ou a farofa, por exemplo. Outra opção, rica em selênio, é a castanha-do-Brasil, que ajuda a prevenir o envelhecimento precoce da pele.

Ceia Saudável: Entrada

Frutas secas podem ser opções de aperitivos para a entrada – figo, tâmaras e damasco, por exemplo. Ricas em fibras, elas ajudam no controle do colesterol e passam a sensação de saciedade, diminuindo o apetite, até porque de nada adianta preparar uma ceia saudável e sair comendo tudo o que vê pela frente.

O tradicional salpicão de Natal pode ser convertido em uma versão mais “light”, substituindo a maionese por iogurte natural e removendo a batata-palha. Quanto as carnes, o ideal é que seja utilizado frango – cozido ou grelhado – de preferência com temperos caseiros.

Prato Principal para uma ceia de natal saudável

O foco no prato principal deve ser substituir as carnes vermelhas. Pode ser por carnes brancas – menos calóricas – ou até por alimentos a base de soja. Peru, frango e peixes podem ser alternativas viáveis, e a utilização de temperos como gengibre, cúrcuma e pimenta podem intensificar o sabor.

Chester e tender devem ser evitados e mesmo o peru deve ser consumido com cautela. O ideal é que seja utilizado apenas o peito do animal – carne branca – e que a pele seja retirada. Também é importante atentar às carnes temperadas vendidas pelas grandes marcas. Se possível, encomende algo mais saudável junto à um açougueiro de confiança.

Acompanhamentos

Dentre os acompanhamentos do prato principal, o arroz branco pode ser substituído pelo arroz negro ou até por outros grãos, como lentilha. Caso não queira cortar a batata-palha, você pode fazer o preparo em casa, usando óleo de coco ou banha de porco na fritura. A farofa é outro acompanhamento que pode ser feito artesanalmente.

Bebidas

Nas bebidas, o velho recado é sempre válido: evitar refrigerantes. Sucos de uva integral, blueberry, e cranberry podem ser opções que não só mais saudáveis, mas que também podem substituir as bebidas alcoólicas.

Por serem ricos em fontes de antioxidantes, essas alternativas também ajudarão na redução do colesterol, proteção contra o câncer e prevenção de envelhecimento precoce.

Sobremesas

Você pode substituir a rabanada frita por uma assada ou preparar uma salada com frutas típicas de uma ceia natalina, como cereja, pêssego, uva ou ameixa. Ricas em manganês, consumi-las como sobremesa vai ajudar na digestão dos outros alimentos.

Mesmo que você não consiga seguir todas as dicas, o ideal é manter o autocontrole durante as festividades. A maioria dos alimentos típicos do natal começam a ser vendidos bem antes. Então, caso você decida “fugir da dieta”, que seja apenas na noite da ceia, sempre lembrando de moderar ao máximo.

Deixe seu comentário
Mamãe Sarada