Mãe Mamãe Sarada

“Eu saí do fundo do poço”: o que Júlia fez para superar sua compulsão alimentar

A história de Júlia Ferro Porangaba vai muito além dos 22kg perdidos. Ela representa a realização de um sonho e a superação de um trauma psicológico. Júlia mantinha uma vida ativa antes da gravidez e, para ela, esse é um dos motivos que tornaram sua gestação ainda mais tranquila.

A jovem de 28 anos nunca teve sangramentos ou precisou ficar de repouso e praticou atividades físicas até o sétimo mês de gravidez. Entretanto, teve que interromper os exercícios por causa de uma grande dor de cabeça.

“Um dia eu fui para hidroginástica e colocaram cloro na piscina. Eu tive uma reação alérgica muito forte ao cloro e minha médica pediu para não fazer mais exercícios. Confesso que já estava ficando muito cansada e a minha barriga estava crescendo bastante”, relata.

A ausência da atividade física descontrolou o peso de Júlia. Ela ganhou 5kg em apenas um mês. Isso representava mais do que ela tinha ganhado nos seis primeiros meses de gestação. O ganho de peso não a incomodou muito, mas era um sinal alerta.

Choque

Em 2016, três meses após o nascimento de seu filho, Júlia perdeu sua mãe e viu sua dor se transformar em compulsão alimentar.

“Eu estava com 70kg antes da gravidez e quando engravidei eu fui para 90kg. Depois que o Gabriel nasceu, eu perdi 15kg em um mês. Mas a minha mãe faleceu e eu voltei para os 90kg rapidamente”, relata.

Os 90kg deixaram Júlia indisposta, com baixa autoestima, contribuíram para seu sedentarismo e levaram ao diagnóstico de obesidade tipo 2.

“Meu corpo era horrível! Eu tinha vergonha de me olhar no espelho, de estar ao lado do meu esposo e usar roupa apertada. A minha barriga era muito grande e mole, por isso, era muito comum as pessoas me confundirem com gestante. Eu estava no fundo do poço!”, revela.

O dia em que Júlia decidiu recomeçar

Recomeço

O desequilíbrio físico e psicológico colocaram Júlia como coadjuvante em sua própria vida. “Deixei de viver por mim, peguei minha tristeza e converti em comida. Aquilo não era fome! Estava comendo para matar os sentimentos ruins.”, afirma.

Em meio a tantas angústias e inseguranças, a mamãe de primeira viagem precisava tomar iniciativa e voltar a ser protagonista da sua história.

“Eu acordei de madrugada para comer e quando estava dentro da geladeira me deu um start! O que eu estou fazendo da minha vida? Três e meia da manhã, enfiada na geladeira e procurando comida? Preciso de uma solução! Não posso continuar assim”, relata Júlia sobre o momento chave para seu recomeço.

Júlia assumindo o controle

O protagonismo de Júlia voltou e, dessa vez, para ficar. A compulsão alimentar saiu de cena e o Mamãe Sarada entrou para mudar completamente sua vida.

“A fotógrafa do meu filho indicou o programa para mim. Eu resolvi pesquisar e vi alguns vídeos da Gabriela. É normal que a gente duvide um pouco, porque estava desacreditada de tudo. Mas eu não tinha nada a perder!”, afirma.

Logo no primeiro mês de Mamãe Sarada os resultados já eram visíveis. Familiares, amigos e vizinhos teciam elogios à Júlia. Aos poucos, a protagonista voltou a sorrir e sua vida ganhou um novo capítulo.

“Eu saí do sedentarismo e comecei praticar exercícios em casa. O Mamãe Sarada é prático, dá resultado e encaixou perfeitamente no meu dia a dia. Trabalho apenas na parte da manhã e meu esposo, o dia inteiro. Uma pessoa me ajuda tomando conta do Gabriel pela manhã. Eu pego ele assim que saio do trabalho e a gente vai para casa. Enquanto meu filho dorme à tarde, eu aproveito para fazer o Mamãe Sarada”, explica.

A família de Júlia teve um papel fundamental na sua volta por cima. “Eu participo do programa há 10 meses. Meu marido sempre acreditou muito em mim. Eu faço o Mamãe Sarada não só por mim, mas pela minha família também. A relação com meu filho mudou e, agora, eu tenho mais disposição para ficar com ele”, afirma.

Julia enxugou 19kg em 7 meses!

Vitória e gratidão

Júlia passou por tentativas e erros para conseguir um equilíbrio entre o seu corpo e sua mente. “Eu tentei fazer academia, mas eu não tinha tempo. Era impossível! Não teve motivação e resultado, então eu deixei de lado”, conta.

O acerto foi alcançado com o Mamãe Sarada. “Em dois meses, o meu corpo era totalmente diferente em relação ao primeiro mês. Com 9 meses, eu já tinha criado músculos. A minha mente estava tranquila e minha autoestima recuperada!”, destaca.

O programa ensinou muita coisa à Júlia e a ajudou em um dos momentos mais difíceis de sua vida.

“Jamais voltarei a ser a Júlia de 1 ano atrás. Eu me sinto ainda mais bonita, confiante e consegui emagrecer 22kg. Esse número não representa só o peso físico, mas o peso mental e psicológico. Tudo o que me entristecia foi embora. Eu me tornei outra pessoa!”, conta sorridente.

Ela ainda valoriza o quanto o programa foi importante para dar a volta por cima.

“Eu saí do fundo do poço! O Mamãe Sarada mudou minha vida de forma radical e me deu alegria para viver. Não tenho mais vergonha de sair de casa, na verdade, tenho um prazer enorme em fazer isso. Eu ouço das pessoas: “meu Deus! Eu não acredito que essa é você, Júlia! Você emagreceu muito!””, conta.

Mamãe vitoriosa: Júlia venceu a obesidade tipo 2 e agora pesa 68kg

O desempenho espetacular de Júlia é mais uma história de sucesso do programa. Desistir não é a única opção quando se tem o Mamãe Sarada à sua disposição! Junte-se a mais de 45 mil mamães e dedique 14 minutinhos do seu dia a você. Adquira agora mesmo!